A logística é um dos principais desafios do negócio de minério de ferro. Com um ter­minal portuário acessível, as mineradoras adquirem posição estratégica no mercado mundial e resolvem um dos maiores gargalos do setor de mineração no Brasil. O Porto Sudeste permite que o minério de ferro chegue ao mercado transoceânico.  Além de ser a menor distância entre o Quadrilátero Ferrífero (MG) e o litoral, o Porto Sudeste também está a apenas dois quilômetros da ferrovia da MRS Logística, concessionária que opera a malha sudeste da Rede Ferroviária Federal. A proximidade permite que todo o transporte de minério de ferro para o Porto Sudeste seja feito por modal ferroviário.